Maze Runner (trilogia)- James Dashner

Logo que estreou Maze Runner no cinema eu fui assistir, não porque tinha me interessado taaanto assim, mas porque ia com uns amigos e eles queriam assistir. Não me arrependi em momento algum. Amei o filme, inclusive falei dele nesse post, e ontem acabei de ler o último livro da trilogia. Sem dúvidas uma das melhores séries que eu li esse ano! A escrita do James Dashner é envolvente, intensa.

*esse post pode, talvez, ter um pouquinho de spoilers ~nada que afete demais~*

IMG_6546

O primeiro livro, Correr ou Morrer, mostra a chegada de Thomas à Clareira, um lugar cercado por muros muito altos, onde ele não lembra de nada do seu passado. Lá ele conhece a rotina dos “clareanos”, mas sente que é diferente dos outros. Ele tem uma vontade muito forte de ser um Corredor (quem corre explorando o Labirinto que cerca a Clareira), mesmo sabendo que é a tarefa mais arriscada. Thomas, juntamente com Minho (fofis <3), o Encarregado dos corredores, tentam descobrir uma forma de decifrar o Labirinto e tirar todos de lá. Durante um dos seus dias percorrendo o Labirinto, Thomas descobre algo escrito na parede: Catástrofe e Ruína Universal: Experimento Letal. Ele fica intrigado, sabendo que tem algo a ver com os Criadores, mas sem saber o que. Um dia depois da chegada de Thomas, chega outra pessoa pela “Caixa”, o que não é normal, já que eles só recebem um novato por mês. E tudo se torna mais estranho quando eles vêem que é uma garota. Ela chegou com uma mensagem dizendo que tudo ia mudar e ficou em coma por alguns dias, quando acordou, a única coisa que se lembrava era “CRUEL é bom”.

IMG_6557

No segundo livro, Prova de Fogo, Thomas e os clareanos sobreviventes descobrem que o mundo foi dominado por um vírus chamado Fulgor, que ataca o cérebro das pessoas deixando-as loucas, irracionais, até começarem a agir como animais, e que o Labirinto fazia parte de um experimento para tentar encontrar a cura. Nesse segundo volume da série os garotos passam por mais um experimento realizado pelo CRUEL, conhecem novos personagens que se tornam muito importantes no restante da série.

IMG_6556

Já no último livro, A Cura Mortaldepois de se recusarem a terem sua memória restaurada pelo CRUEL, Thomas, Minho e Newt fogem do complexo do CRUEL com a ajuda de Jorge e Brenda (personagens que aparecem no segundo livro) e vão a caminho de Denver à procura de um grupo que planeja derrubar o CRUEL, o Braço Direito. Nesse momento do livro  o Fulgor já domina as grandes cidades, com poucas pessoas não contaminadas ainda. Também foi descoberto que algumas pessoas são Imunes ao vírus, não importa o quanto fiquem em contato com pessoas contaminadas, jamais contrairão a doença. Essas pessoas eram consideradas valiosas para certos tipos  de trabalhos, e ao mesmo tempo odiadas por serem “Prilegiados”.

 Essa trilogia me envolveu de uma forma que eu não sei explicar. Gostei demais da escrita do James Dashner! E o melhor são os capítulos curtos, que deixam a leitura muito mais rápida e ele quase sempre termina os capítulos com um cliffhanger, que é aquele suspense que se cria com uma frase impactante, ou uma informação nova que surpreende o leitor. Isso me deixou muito satisfeita e me fez gostar ainda mais dos livros. Odeio quando os autores fazem capítulos muito longos e cansativos, só deixa minha leitura mais lenta. Pontinho negativo pro autor com relação ao final, que me desapontou d-e-m-a-i-s. Muita coisa fica sem resposta, e o que me parece é que ele fez um final “qualquer” pra não ter que explicar tudo. Fora isso, muito amor por essa série. Infelizmente eu li emprestado, então não tenho esse livro lindo na estante :( 

Essa resenha ficou gigantesca, mas valeu a pena escrever sobre uma trilogia que eu gostei tanto <3 Espero que tenham gostado também!

beijos x

FacebookTwitterInstagramBloglovin’FlickrYoutubeImpressões de Maria

Comments

comments

11 Comment

  1. Marie, eu não achei a escrita dele tão intensa assim. Na verdade, eu achei que ele enrolou bastante e acabou se perdendo na história. Ainda bem que você gostou, já eu queria ter gostado mais.

    Abraços;

    1. Marie says: Responder

      Sério? Poxa, eu adorei. Principalmente porque me curou da ressaca literária rs

  2. Oi, Maria! Tudo bom?

    Não li a resenha toda porque só li o primeiro volume, haha. Estou empacado no segundo até hoje. Que bom que você gostou da série, eu acho que vou gostar bastante também!

    Beijos,
    http://www.falandoemlivros.com

    1. Marie says: Responder

      Desempaca logo desse segundo, homi!
      Cê vai gostar bastante!

  3. Genteee, em que mundo que eu vivo que não tinha ouvido falar do filme e nem do livro, hahahaha, estou meio perdida, vou ver o filme vai que eu goste tbm! kkkkk

    http://www.reinodamoda.com.br

    Beijooos.

    1. Marie says: Responder

      É incríiivel, não sei como você não ouviu falar haha
      Espero que goste bem muito!
      beijoos

  4. Eu vi o filme com meus amigos, e logo em seguida passamos na livraria, hahaha. Só preciso de tempo pra ler, mas espero gostar tanto quanto eu gostei do filme!

    Beijos

    1. Marie says: Responder

      Comigo foi quase a mesma coisa, a diferença foi só que não comprei, pedi emprestado rs.
      Muito bom, mds <3
      beijos!

  5. […] Maze Runner – Quem é você, Alasca? – Garota Exemplar – Anna e o Beijo […]

  6. Eu simplesmente me apaixonei por essa série, eu achei ela perfeita…A escrita, os personagens, acontecimentos….Queria que tivesse o 5º livro, e estou esperando anciosamente o 2º filme, que eu acho que vai dar uma visão diferente do que imaginamos no livro. Você não leu o “Ordem de Exterminio”? Que pena…

    http://curtindoavida15.blogspot.com/

    1. Marie says: Responder

      Não li ainda, mas pretendo! Essa série é incrivel demais!
      Ansiosa tambem pelo proximo filme :)

Deixe uma resposta