Juntando os Pedaços – Jennifer Niven

De uns tempos pra cá eu venho me desconhecendo um pouco, e o motivo disso é porque eu não leio mais tanto quanto antes. Eu tenho estado numa ressaca literária eterna, causada sabe deus porque. Essa semana eu terminei de ler um livro que eu gostei muito (e tem sido tão raro falar isso ultimamente!). Não foi um livro que eu devorei em algumas horas (mas poderia ter sido), ou que me prendeu de uma forma que eu não conseguiria explicar, apesar de ter me envolvido bastante na história. Mas foi um livro que me apresentou personagens maravilhosos, com histórias incríveis. E eu adorei a forma como esses personagens se desenvolveram e cresceram juntos. O livro é Juntando os Pedaços, da Jennifer Niven e eu ganhei no amigo secreto de natal do Gaba, da Socorro ♥

Um dos protagonistas é Jack Masselin, ele tem uma série de problemas, mas o maior deles é que ele possui uma doença chamada prosopanogsia, e ele não consegue reconhecer os rostos das pessoas. Ele consegue ver os olhos, o nariz e a boca, mas de formas separadas, e não como um só, e se usa da voz, cabelo, jeito de andar, etc. das pessoas para conseguir reconhecê-las.

A outra protagonista é Libby Strout. Ela costumava ser a adolescente mais gorda dos Estados Unidos, viralizou na internet porque teve se quer resgatada de casa por um guincho quando teve um ataque de pânico. Depois desse incidente ela emagreceu bastante e saiu da zona de riscos. Ainda é acima do peso, mas está feliz consigo mesma e, para ela, é isso em importa.

Quinceanera Dresses

Libby está voltando para escola depois de muitos anos estudando em casa, sem ter contato com nenhum outro adolescente. E, convenhamos, se pra um adolescente normal isso seria difícil, pra ela tudo virou meio caótico quando ela foi vítima de uma brincadeira chamada “Rodeio das Gordas”. Essa brincadeira de super mal gosto foi feita por ninguém menos que o próprio Jack. E revoltadíssima, claro, a Libby deu um soco nele (risos). E por esse motivo os dois foram obrigados a ir a detenção (não é exatamente detenção, mas é parecido). E a partir desses “encontros” semanais depois da aula, Libby e Jack vão se conhecendo e conhecendo seus problemas juntos (clichê? clichê. Mas o que é a vida sem um clichê?). E o Jack não é tão desprezível quanto parece, eu juro.

O que eu amei sobre esse livro, é que ele não mostra uma personagem que sofre bullying e vive uma vida triste e sem amigos por causa disso, ele mostra uma personagem que não tá nem aí para o que pensam dela, uma garota com sonhos que vão além do seu peso, que quer ter uma vida normal como qualquer outra menina.

Eu não li “Por Lugares Incríveis”, o outro livro da Jennifer Niven, mas eu adorei a escrita dela, é bem leve e rápida, e já tô curiosa pra ler outros livros dela.

E vocês, já leram algum livro dela? O que acharam? Me contem aqui nos comentários ♥

Comments

comments

Deixe uma resposta